Encontrando e Desbloqueando o Valor de Negócio

postado em 27 de set. de 2021 09:28 por Centus Consultoria   [ 27 de set. de 2021 09:32 atualizado‎(s)‎ ]
Originalmente postado por James Goodwin*, no blog da BiZZdesign - Tradução autorizada

Tomada de Decisão

Qualquer que seja o seu papel, em qualquer lugar onde você esteja, você é medido pelo valor que você trás. As pessoas interagem com você porque eles obtém algum valor desta interação. Este valor pode ser político, social, econômico, intelectual ou técnico. Para maximizar o seu valor, você precisa entender como esta interação é medida.

Ser um Arquiteto Corporativo não é diferente. Para ser relevante dentro da sua organização você precisa encontrar e desbloquear valor de negócio. Isso começa pelo entendimento daquilo que é importante para o negócio e como ele é medido. Uma vez que você entenda o valor de negócio, então é possível tomar decisões efetivas. Ou, falando mais claro, decisões corretas, ou seja, aquelas que desbloqueiam o maior valor de negócio para o esforço e gasto. Sem esse entendimento do valor de negócio, os arquitetos corporativos se tornam uma ilha; sua abordagem restrita por processos e metodologias; seu valor reduzido e sua importância questionada.

O que é valor de negócio e como medi-lo?

Para definir e medir o valor você precisa examinar os fundamentos do seu negócio e da sua indústria. No setor privado o valor de negócio é medido com base nas vendas, entrega e margens. Este valor é subjetivamente baseado nas partes interessadas e nos seus relacionamentos com o seu negócio; um acionista, um membro da administração, um parceiro ou cliente, por exemplo.

No setor público o valor de negócio pode ser medido pela felicidade dos cidadãos, resultados sociais melhorados ou condições econômicas melhoradas medidas pelo Produto Interno. De forma mais ampla, a sua organização pode valorizar a sua equipe, a experiência dos seus clientes, ou a sua interação com o meio ambiente.

Decisões efetivas direcionam os investimentos que orientam as mudanças, o que por sua vez resultam no desbloqueio do valor de negócio. As suas decisões precisam ser baseadas no perfil do Retorno sobre o Capital Investido (ROI-Return on Investiment); quando valor de negócio aquele investimento trás, em qual horizonte de tempo, e a que custo?

Tabela de Desempenho Balanceada (Balanced Scorecard)

De cima para baixo, as organizações podem orientar o desbloqueio do valor por meio da estratégia do negócio e monitorar o seu progresso por meio de tabelas de desempenho, como a Tabela de Desempenho Balanceada (Balanced Scorecard) acima. De baixo para cima, as organizações podem basear as suas decisões em indicadores chave de desempenho comuns na indústria ou em regulações, selecionando aquelas métricas com maior relevância; abaixo você pode ver um mapa de calor de um panorama de aplicativos e as métricas associadas a um aplicativo em particular, incluindo, por exemplo, sua criticidade para o negócio, risco e aderência aos Acordos de Nível de Serviço (SLA-Service Level Agreement).


Mapa de Calor do Panorama de Aplicativos com métricas associadas

Tipos de Valor

O valor interno é encontrado na forma como a organização desenvolve as suas operações do dia-a-dia. Práticas de gerenciamento para o controle do orçamento, processos internos, compartilhamento de informações entre departamentos e a cultura da empresa são áreas onde o valor de negócio interno pode ser desbloqueado. No entanto, a procura por este valor interno raramente é vista como excitante ou transformacional. Infelizmente, muitos negócios falham em desbloquear o valor interno devido à sua falta de apelo.


Valor Interno de Negócio vs Valor Externo

O valor externo é encontrado nas interações mais amplas do seu ecossistema de negócio, isso é, na troca de valor entre clientes, parceiros, fornecedores e acionistas. Focar no valor externo permite que o seu negócio se torne focado no cliente. Para medir o valor para o cliente você precisa entender o que os seus clientes precisam e garantir que as suas decisões resultantes melhorem esta experiência. Um exemplo é mostrado no Mapa da Jornada do Cliente abaixo, onde a experiência e os sentimentos do cliente ao longo dos vários estágios da jornada são medidos e mostrados por meio de gráficos e faces risonhas (ou nem tanto!). Isso oferece percepções sobe os pontos de contato e os momentos de negócio que você precisa melhorar para otimizar a experiência do cliente e habilitar o valor de negócio.


Mapa da Jornada do Cliente

O foco no valor externo não apenas habilita o seu negócio para se tornar focado no cliente, mas também abre oportunidades para desbloquear o valor do ecossistema de negócios mais amplo. Enquanto uma organização focada no valor interno pode identificar os concorrentes dentro do seu mercado, uma organização focada no valor externo procura colaboração, parcerias e oportunidades conjuntas. Este foco externo é especialmente importante no setor público onde existem poucas oportunidades para a competição mas oportunidades significativas para a colaboração.

Como eu encontro e desbloqueio o valor de negócio?

Para desbloquear o valor de negócio você precisa saber onde ele está aprisionado. Valor aprisionado é a diferença entre o que o negócio está atingindo e o seu potencial de geração de valor. Para encontrar o potencial do seu negócio você precisa explorar diferentes opções. Isso poderia significar comparar a sua empresa com outras organizações, no seu mercado ou em outras indústrias, ou avaliar o impacto das várias opções no seu negócio.

O valor aprisionado internamente poderia estar imediatamente óbvio para as pessoas da sua organização. Para desbloquear o valor interno a sua organização precisa ser capaz de visualizar onde ela não está alcançando todo o seu potencial. Isso poderia ser causado por processos ineficientes, pela forma como alguma ferramenta é usada, ou pela qualidade das interações que ela tem com os seus clientes.

O valor aprisionado externamente é mais difícil de identificar. Desbloquear o valor externo exige novos métodos para a troca de valor com os seus clientes, parceiros ou fornecedores. Este valor poderia ser trocado por meio de uma troca melhorada de informações, interfaces técnicas ou uma nova proposta de valor ou novo produto.

Eu devo começar pelo valor interno?

O seu ponto de partida depende muito da sua influência dentro do seu negócio. Para muitos Arquitetos de Solução e de Aplicativo o seu ponto inicial pode ser procurar oportunidades para desbloquear o valor interno que existe dentro do departamento de TI. Assim sendo, um ponto de partida comum para muitos clientes da Centus-BiZZdesign é entender o seu Panorama de Aplicativos. Isso fornece uma boa percepção e conhecimento inicial. No entanto, o Panorama de Aplicativos em si oferece pouco valor além de uma potencial influência em futuras decisões. Para ser relevante, nossos clientes precisam entender as relações fundamentais entre isso e os seus processos de tomada de decisão. Análises TIME são um bom exemplo disso. Por meio de análises TIME o Panorama de Aplicativos é avaliado em relação ao seu valor de negócio, seu valor técnico, seu custo e, algumas vezes, seu risco.


Exemplo de Análise TIME

Um ponto de partida similar para muitos Analistas de Negócio é procurar pelo valor interno nos seus processos internos usando, por exemplo, abordagens como a metodologia de manufatura Lean. Seja começando pelos aplicativos ou pelos processos, as mesmas regras se aplicam - você precisa encontar e desbloquear o valor dentro da sua esfera de influência.

Eu devo começar pelo valor externo?

O valor externo pode ser desbloqueado no nível estratégico ou operacional. Em um nível operacional o valor de negócio pode ser desbloqueado por meio de mudanças nas interações com o cliente; ou, em um nível estratégico, por meio de mudanças na sua cadeia de suprimentos ou na estratégia corporativa. O potencial para desbloquear o valor de negócio em um nível estratégico pode ser identificado por meio de Análises da Cadeia de Valor e pelo Planejamento de Capacidades. Essas abordagens de alto nível podem ser usadas para comparar as operações fundamentais do seu negócio, sem a necessidade de entender os detalhes intricados dos processos e da tecnologia nos quais elas estão baseadas.

Passos para o Sucesso

  1. Definir o valor de negócio usando abordagens como a Tabela de Desempenho Balanceada (Balanced Scorecard). Use isso para definir o seu foco sobre o valor interno ou externo.
  2. Definir como você avaliará o potencial do seu negócio. Isso poderia ser feito por meio de comparação com outras organizações, ou pela avaliação das suas opções de mudança
  3. Realçar as lacunas, ou o valor aprisionado, entre o valor atual e potencial dentro do seu negócio. 
  4. Usar a avaliação do valor aprisionado para orientar o seu planejamento de investimentos
A abordagem tradicional (e talvez falha) de muitos Arquitetos Corporativos tem sido simplesmente começar a criar um modelo do negócio na esperança de que isso fornecerá o conhecimento para o restante da organização. Sem um foco no valor de negócio e em onde ele pode ser desbloqueado, apenas modelar o negócio para obter percepções indefinidas se torna uma tarefa sem sentido e sem resultados práticos.

Este foco no valor de negócio é o ponto de partida para as implementações da plataforma colaborativa de desenho de negócios BiZZdesign HoriZZon. Com um conjunto de questionários e avaliações direcionados, nós ajudamos você a focar naquelas decisões e capacidades de mudança que são mais relevantes para as necessidades do seu negócio. Nosso modelo de maturidade permite, então, que você cresça aquelas capacidades necessárias através de um caminho e um roteiro de melhoria claro. Isso, por sua vez, alimenta nossa abordagem de Aceleração do Valor de Negócio, que oferece para a sua empresa pacotes de consultoria com tempo determinado para que você possa obter o máximo de valor da nossa plataforma para suportar o seu caso de negócio específico. Se você quer saber mais sobre a nossa metodologia, acesse esse artigo técnico ou entre em contato conosco.


James Goodwin é Diretor de Consultoria da BiZZdesign, empresa líder em ferramentas para modelagem da arquitetura corporativa, representada no Brasil pela Centus Consultoria.




 
https://links.centus.com.br/ng3
eBook ArchiMate - Da Teoria à Prática

Inovação, regulações em constante mudança, novas possibilidades tecnológicas, uma nova direção estratégica; estas são algumas das razões pelas quais muitas organizações estão em constante movimento. 

Este livro apresenta as melhores práticas dos autores, fruto da experiência do uso da linguagem ArchiMate em dezenas de projetos reais, em clientes dos mais diversos ramos de negócio. Uma leitura fundamental para quem quer se iniciar na prática da modelagem da arquitetura corporativa. 

Solicite sua cópia GRÁTIS aqui