Orientando os Resultados de Negócio com o Enterprise Studio

postado em 12 de set de 2018 06:44 por Antonio Plais   [ 12 de set de 2018 06:45 atualizado‎(s)‎ ]
Originalmente postado por Marc Lankhorst*, no blog da BiZZdesign - Tradução autorizada

Muito poucas organizações têm uma forma sistemática e confiável para traduzir a estratégia de negócio em ação através de todos os elementos relevantes da organização. Implementar um plano de longo prazo através de passos sucessivos de decomposição, desenho e realização só é possível em circunstâncias estáveis. A estratégia clássica de implementação de cima para baixo não pode acompanhar a velocidade da transformação necessária em um ambiente em rápida mudança.

As organizações precisam desenvolver uma capacidade de gerenciamento de transformação de negócio coerente, através do alinhamento concorrente das disciplinas operacionais em torno dos mesmos resultados desejados de negócio, para alinhá-las na mesma direção. Esta capacidade coordena e harmoniza os esforços de mudança através das disciplinas envolvidas. Isto requer uma imagem clara da estrutura e do desenvolvimento da empresa, a partir de diferentes pontos de vista. Nós reconhecemos pelo menos as seguintes disciplinas relevantes que estão envolvidas na transformação de negócio:
  • Desenvolvimento estratégico
  • Planejamento baseado em capacidades
  • Gerenciamento de portfólio corporativo
  • Gerenciamento de programas e projetos
  • Entrega contínua
  • Gerenciamento de serviços
  • Gerenciamento de processos, regras e informações
  • Governança, risco e conformidade
Em uma postagem anterior, nós descrevemos como a arquitetura corporativa pode servir como um 'eixo de conhecimento de negócio' neste gerenciamento da transformação. O uso de modelos de arquitetura corporativa fornece uma fundação ideal para este papel de conexão.


No BiZZdesign Enterprise Studio, nós fornecemos extensivo suporte para estes relacionamentos. O Enterprise Studio habilita as partes interessadas organizacionais para traduzir a estratégia de negócio em iniciativas de transformação, com métricas que integram os vários pontos de vista através do uso de modelos de arquitetura corporativa. Estamos expandindo as capacidades da nossa ferramenta em direção ao gerenciamento de portfólios corporativos, gerenciamento de decisões, gerenciamento de riscos, colaboração das partes interessadas, e integração com o gerenciamento de projetos e com ferramentas de Inteligência de Negócios. O Enterprise Studio, assim, habilita os usuários para efetivamente modelar e analisar uma ligação direta entre os resultados de negócio almejados e os programas e projetos que os suportam.

Alguns exemplos destes relacionamentos são mostrados abaixo. A figura mostra os fluxos de informação típicos entre a estratégia, o planejamento baseado em capacidades e a arquitetura corporativa. Neste triângulo, vemos que a estratégia informa o planejamento baseado em capacidades e a arquitetura corporativa sobre, por exemplo, prioridades estratégicas, o modelo de negócio e o modelo operacional alvo. A arquitetura corporativa fornece o retroalimentação sobre o custo e a viabilidade destas escolhas, dado o estado atual e a flexibilidade da arquitetura. O planejamento baseado em capacidades define as capacidades necessárias e estabelece as metas para a mudança, com base na direção estratégica. A arquitetura corporativa é usada para avaliar suas dependências e o impacto das mudanças.


O Enterprise Studio suporta estes relacionamentos de várias formas. Por exemplo, você pode usar o Canvas de Modelo de Negócio para descrever seu modelo e estratégia de negócio. Decisões estratégicas no seu modelo operacional podem ser traduzidas em princípios da arquitetura sobre a padronização e integração das suas capacidades de negócio, as quais, por sua vez, afetam o desenho dos aplicativos de suporte. Um modelo de arquitetura descrevendo um mapa de capacidades de negócio é um artefato útil neste contexto.


Um mapa de capacidades como este pode, por sua vez, ser relacionado com os processos de negócio e recursos de TI que os suportam, e os níveis de capacidade requeridos pela sua estratégia podem ser traduzidos em melhorias nestes processos e recursos. Você pode usar o módulo analítico do Enterprise Studio para realizar cálculos de custos, analisar seu panorama de TI atual, ou avaliar o impacto das mudanças, e para apresentar estes resultados na forma de painéis de controle acessíveis para a gerência. Esta informação é uma entrada importante para as decisões de investimento nos seus portfólios de ativos e de iniciativas de mudança.


O gerenciamento de portfólio corporativo (EPM), em conjunto com a arquitetura corporativa, fornece a direção para o gerenciamento de programas e projetos. O EPM estabelece as prioridades de investimento e determina o orçamento para as várias iniciativas de mudança, enquanto a arquitetura corporativa é usada para analisar seus benefícios, custos, riscos e dependências. O gerenciamento de programas e projetos, por sua vez, fornece roteiros para a mudança que levam em conta estas dependências. Ele também fornece para o EPM dados de rastreamento sobre o valor entregue e o orçamento consumido pelos programas e projetos.

O Enterprise Studio oferece para você uma plataforma integrada para gerenciar esta informação. É uma fundação sólida, baseada em modelos formalizados da sua empresa, garantindo uma base de informação coerente e consistente. Isso é essencial para a tomada de decisão bem informada com foco em todas as disciplinas envolvidas na obtenção dos resultados estratégicos de negócio.

Quer saber mais sobre como orientar a obtenção dos resultados estratégicos de negócio integrando todas as disciplinas necessárias? Entre em contato conosco e marque uma demostração do BiZZdesign Enterprise Studio.


* Mark Lankhorst é Gerente de Consultoria & Evangelista-Chefe de Tecnologia da BiZZdesign, empresa líder em ferramentas para modelagem da arquitetura corporativa, representada no Brasil pela Centus Consultoria.