Modelando estruturas Organizacionais e Requisitos de Papéis com ArchiMate

postado em 9 de fev. de 2021 08:07 por Centus Consultoria   [ 9 de fev. de 2021 09:42 atualizado‎(s)‎ ]
por Antonio Plais, Consultor-Chefe da Centus Consultoria

Em trabalhos de reorganização empresarial, transformação digital, ou arquitetura e melhoria de processos, uma das áreas menos abordadas pela arquitetura é a estrutura organizacional e os requisitos de competências dos papéis das pessoas envolvidas. Este é o tema desta postagem.

Estrutura Organizacional

A linguagem ArchiMate possui um elemento específico para a modelagem de estruturas organizacionais: o elemento Ator de Negócio. Por meio dele podemos modelar deste empresas até pessoas, passando pelos vários níveis organizacionais, como divisões, departamentos ou setores, em geral usando o relacionamento de Composição. Um exemplo (retirado do estudo de caso da ArchiSurance), é mostrado abaixo:


Estrutura Organizacional da ArchiSurance (exibição aninhada)

Indo mais fundo na modelagem da estrutura organizacional, eventualmente atingimos o nível dos Papéis (responsabilidades, cargos ou funções) que compõem as equipes que trabalham nestes elementos de estrutura. Como um exemplo simplificado, poderíamos modelar uma área de Arquitetura como sendo composta por pessoas desempenhando os papéis abaixo:


Alguns Papéis que compõem o departamento de Arquitetura da ArchiSurance (exibição aninhada)

Podemos, então, usando o elemento Requisito da linguagem ArchiMate, modelar os requisitos (competências) que cada papel requer para a realização das suas atividades (que poderiam ser modeladas por meio do elemento Função de Negócio):


Competências (requisitos) para o papel de Arquiteto Corporativo (exibição aninhada)

Atribuindo pessoas (modeladas como Atores) aos papéis, e modelando os requisitos do papel aos quais elas atendem (realizam), podemos obter visões extremamente úteis sobre a adequação da nossa força de trabalho aos requisitos dos papéis que eles desempenham. No exemplo abaixo, vemos quais pessoas atendem a quais requisitos do papel de arquiteto corporativo, bem como o fato de que nenhuma delas possui competência em desenho de serviços.

Cobertura das competências para o papel de Arquiteto Corporativo (visão de cores)

A mesma informação pode ser mostrada por meio de uma matriz de referência cruzada, como abaixo:


Cobertura das competências para o papel de Arquiteto Corporativo (matriz)

Conclusão

A contínua avaliação e acompanhamento das competências necessárias para cada papel definido para desempenhar as atividades da empresa, e a cobertura destas competências por parte das pessoas atribuídas a estes papéis, é um passo importante para aumentar a eficiência total da organização. Desenvolver as pessoas para que atendam adequadamente aos requisitos dos papéis que elas desempenham é um fator determinante para a sua satisfação na organização e para a realização efetiva dos resultados que delas se espera.


Toda a modelagem e geração das visões acima foi feita utilizando a linguagem de modelagem de arquitetura ArchiMate e a ferramenta de gerenciamento de arquitetura BiZZdesign Enterprise Studio. Para saber mais sobre as capacidades do Enterprise Studio e agendar uma demonstração personalizada, entre em contato com a Centus Consultoria.