Suporte para Fluxo de Trabalho na Plataforma Colaborativa da BiZZdesign

postado em 26 de jan de 2018 03:29 por Antonio Plais   [ 26 de jan de 2018 03:36 atualizado‎(s)‎ ]
Originalmente postado por Marc Lankhorst & Fabian Aulkemeier*, no blog da BiZZdesign - Tradução autorizada

Os modelos de arquitetura corporativa, e qualquer outro modelo na sua prática de desenho de negócios, contém entradas de vários atores dentro da sua organização. Sua governança da arquitetura deve continuamente coletar estas entradas, validar sua acuracidade, e manter um registro de todas as intervenções para garantir a conformidade com requisitos regulatórios, princípios da arquitetura, padrões de tecnologia e outras restrições.

O repositório arquitetural é onde esta informação está reunida e, assim, é o lugar ideal para toda a colaboração relacionada com os modelos da sua empresa. Fluxos de trabalho melhoram a colaboração através da determinação de atores, suas tarefas, e da coordenação das suas atividades. Por um lado, fluxos de trabalho ajudam você a facilitar a colaboração através da automatização dos fluxos de informação. Por outro lado, eles permitem que você realce as responsabilidades e imponha as ações de uma forma mais rigorosa.

O modelo BPMN na figura 1 mostra um fluxo de trabalho básico que coordena as atividades entre um solicitante e um implementador de uma mudança em um modelo:

Figura 1: Fluxo de trabalho de mudança

Um sistema de fluxo de trabalho é necessário para refletir e impor este modelo. Preferencialmente, o sistema é firmemente integrado com o ambiente de arquitetura para fornecer contexto para o trabalho. Isto leva a um processamento mais direto e realização mais produtiva das tarefas.

Criando fluxos de trabalho para conectar todo mundo

A plataforma de colaboração da BiZZdesign integra um sistema de fluxo de trabalho no estado-da-arte para executar modelos de fluxos de trabalho e acompanhar o status das atividades relacionadas com os modelos. A página de tarefas (Figura 2) contém os itens de trabalho de um usuário, e permite que ele/ela comente sobre as tarefas, fornecendo, assim, espaço para feedback, discussões e manutenção colaborativa em torno de todos os ativos do repositório.

Enquanto praticantes, como arquitetos, desenhistas de processos ou modeladores de dados, podem usar nossa plataforma diariamente, outras pessoas na organização provavelmente contribuirão apenas ocasionalmente. O portal web HoriZZon acomoda estes usuários. O sistema de fluxo de trabalho e as visões orientadas para tarefas no repositório de modelos podem guiar suas contribuições e facilitar a navegação para os ativos que necessitam da sua atenção.

Notificações por eMail acionadas pelo fluxo de trabalho também permitem que você notifique e lembre as pessoas a respeito de ações pendentes, como revisões e solicitações de mudança. Estas notificações podem, ainda, ser usadas para buscar feedback ou aprovações, e para acionar mudanças em qualquer lugar da organização.


Figura 2: Lista de tarefas pessoal com contexto

Atualizações nos modelos de fluxo de trabalho

Na nossa mais recente versão do BiZZdesign Enterprise Studio e portal HoriZZon, nós oferecemos fluxos de trabalho pré-configurados para revisões (aprovações) e para solicitações de mudança (ou outras formas de feedback), as duas formas mais comuns de colaboração em torno de modelos. No futuro próximo, seremos capazes, também, de configurar seus próprios fluxos de trabalho usando as capacidades de modelagem de processos do nosso ambiente de modelagem.

Este mecanismo de fluxo de trabalho permite que vários usuários e grupos de partes interessadas diferentes em sua organização trabalhem juntos de uma forma suave. Isto também ajudará você a preencher lacunas entre silos na organização e facilitar a transformação e a mudança contínua e colaborativa: um pilar da Empresa Adaptativa.


* Mark Lankhorst é Gerente de Consultoria & Evangelista-Chefe de Tecnologia, e Fabian Aulkemeier é consultor, da BiZZdesign, empresa líder em ferramentas para modelagem da arquitetura corporativa, representada no Brasil pela Centus Consultoria.