Endereçando os Executivos com o Enterprise Studio

postado em 3 de ago de 2018 13:36 por Antonio Plais   [ 3 de ago de 2018 13:38 atualizado‎(s)‎ ]
Originalmente postado por George Pang*, no blog da BiZZdesign - Tradução autorizada

Quando pensamos a respeito de suportar a Transformação de Negócio, imediatamente entramos de cabeça no detalhamento. Arquitetos e analistas mergulham fundo nas menores partes, criam alguns 'desenhos técnicos' e modelos brilhantes mas, para as pessoas não-técnicas, eles normalmente se parecem com "apenas caixas e linhas". Nesta postagem, explicaremos algumas técnicas simples para ajudá-lo a preencher esta lacuna.

O que aquele símbolo representa?

Executivos tendem a não entender diagramas complexos (leia-se: arquitetura), ou melhor, não têm a menor vontade de fazê-lo uma vez que eles, normalmente, não se adequam às necessidades, ou endereçam as preocupações, que eles têm nas mãos. Este é geralmente uma das limitações de padrões como ArchiMate, BPMN e UML, uma vez que eles parecem ser destinados para uma audiência com uma mentalidade mais técnica.

Não se preocupe, a ajuda está aqui!

No Enterprise Studio existem vários métodos que complementam (e certamente não substituem) as formas de trabalho tradicionais de analistas e arquitetos. Aqui mostramos alguns exemplos, todos suportados diretamente pela ferramenta padrão.

Mudança de símbolos

Uma área de potencial conflito que encontramos com frequência é a concordância sobre o que uma 'coisa' é realmente. É um Processo de Negócio? É uma Função de Negócio? É uma Capacidade? Na maioria dos casos isso realmente não importa - a coisa mais importante é ser consistente.

Para minimizar os conflitos, simplesmente desligar os ícones associados aos elementos e mudar as suas formas permite que as partes interessadas simplesmente leiam as descrições sem serem perturbadas pelos ruídos de uma notação estranha ou desconhecida.


Capacidades? Funções? Processos?

Usar cores

Um dos fantasmas de trabalhar usando o tradicional método EVP (Excel, Visio, PowerPoint) é o trabalho manual necessário para mostrar diferentes perspectivas em uma "figura". Em geral, isso envolve colorir/sombrear as caixas, copiar/colar elementos, escolher símbolos, e refazer tudo novamente a cada pequena modificação. No Enterprise Studio, lembre-se que atributos e relacionamentos (lembra-se daquelas 'linhas' mencionadas anteriormente) são armazenadas no repositório de modelos. Tomando o mesmo modelo de referência acima - Quais projetos estão atualmente afetando quais áreas? Existe algum conflito ou oportunidade de cooperação? - podemos gerar uma visão de cores baseada em atributos e relacionamentos quaisquer com apenas alguns cliques.


Sobreposição dos projetos sobre o modelo de referência

Uso de etiquetas

Uma técnica comum em diagramas Visio é o uso de textos para representar aspectos como dependências entre sistemas, tempo, custos, e outras informações. Naturalmente, no Enterprise Studio isso também é possível - ao clicar de um botão.

Tome o exemplo deste modelo de processo - quanto custa cada etapa do processo?


Modelo de processo com etiquetas mostrando o custo da atividade

Usar gráficos

Temos certeza que vocês usam o Excel com frequência para criar gráficos indicando custos, desempenho, e várias distribuições e análises numéricas. A plataforma Enterprise Studio tem a capacidade nativa de gerar gráficos diretamente na ferramenta, seja como gráficos individuais ou agrupados em painéis de controle.


Painel de controle Capacidades de negócio/Aplicativos

.... que também podem ser feitos lado-a-lado com 'desenhos de arquitetura' para maior impacto:


Mapa de calor da arquitetura com gráfico associado

Mais do que somente uma 'ferramenta de arquitetura'

Um grande engano é reconhecer ferramentas de repositório de arquitetura como 'apenas ferramentas de arquitetura dirigidas para arquitetos', o que, quando olhamos mais atentamente, não é necessariamente verdadeiro. Colaboração é um estado mental tanto quanto qualquer outra coisa, com as ferramentas formando uma importante parte da capacidade de entregar coisas de valor. Com o BiZZdesign Enterprise Studio, os aspectos de colaboração são realmente exercitados, bem como os métodos para ajudar a acelerar as iniciativas de transformação digital.

Esperamos que esta postagem tenha despertado em você a curiosidade para saber mais; entre em contato conosco e vamos conversar mais sobre isso!



* George Pang é Consultor Líder da BiZZdesign, empresa líder em ferramentas para modelagem da arquitetura corporativa, representada no Brasil pela Centus Consultoria.