Arquitetura Corporativa - um novo momento

postado em 5 de ago de 2016 10:04 por Antonio Plais   [ 5 de ago de 2016 10:05 atualizado‎(s)‎ ]
Cada vez mais, as organizações precisam lidar com transformações de alto impacto e melhorias de negócios urgentes, em uma realidade negócio e de TI verdadeiramente complexos. É por isto que a BiZZdesign e a Centus acreditam que as organizações deveriam ter as capacidades de mudança para transformar ou melhorar seus negócios e realizar sua missão. Nós ajudamos nossos clientes a construir organizações fortes, pela transformação e melhoria dos negócios, fornecendo capacidades de mudança através de soluções integradas, formadas por ferramentas de desenho, treinamento, consultoria de negócios, e melhores práticas.

As empresas, em geral, compreendem a necessidade e a importância da arquitetura corporativa. Dez anos atrás, muito esforço foi necessário para convencer a alta direção que a arquitetura era indispensável para o gerenciamento da complexidade de qualquer grande empresa, e ela foi percebida como uma disciplina de TI. Hoje, a arquitetura corporativa prova seu valor no apoio à transformação de negócio de alto impacto, entregando os resultados desejados e fomentando a agilidade da empresa, tudo em um ambiente sob constante pressão do tempo.

A contribuição da arquitetura corporativa é, naturalmente, encontrada na sua relação com as outras disciplinas dentro da empresa, e não dentro de sua própria torre de marfim, ou apenas concentrada na TI. Nos concentramos em ajudar os arquitetos a entregar valor para os grupos de partes interessadas nestas outras disciplinas. Concentramos, portanto, os nossos esforços em cinco áreas principais:
  • Realizar a estratégia da empresa. A arquitetura corporativa em geral e, especificamente, a arquitetura de negócios e o planejamento baseado em capacidade, são instrumentos importantes para traduzir a visão em ação. Além disso, eles fornecem feedback essencial sobre a viabilidade de uma visão estratégica, e também desempenham um papel na definição da estratégia através da modelagem de negócios e da análise de cenários estratégicos.
  • Apoiar as decisões de investimento estratégico. Decisões bem fundamentadas sobre o portfólio de produtos e segmentos de mercado, que estendem o gerenciamento integrado do portfólio de TI, exigem a percepção de suas dependências e de seu valor. O gerenciamento de portfólios baseado em arquitetura fornece estas percepções, e oferece também o suporte perfeito para programas de otimização de custos. Fornecer para os líderes empresariais cenários de investimento, análises de impacto, roteiros e outros produtos de informação baseados em arquitetura é uma tarefa-chave para qualquer arquiteto corporativo.
  • Fomentar a agilidade empresarial. Os processos de arquitetura precisam acompanhar a velocidade das mudanças dentro e fora da empresa; os resultados rápidos fornecidos por iniciativas Lean e Agile são um exemplo importante. Ao vincular sua prática de arquitetura corporativa com processos de entrega contínua, as organizações poderão aumentar consideravelmente sua capacidade de mudança. Os dias dos "planos quinquenais" estão definitivamente terminados.
  • Aproveitar as oportunidades tecnológicas. A arquitetura corporativa é essencial para fazer pleno uso de desenvolvimentos como computação na nuvem, Big Data ou BYOD(Bring Your Own Device-Traga Seu Próprio Dispositivo), para realizar a "empresa digital". Uma visão clara sobre as oportunidades de negócio das novas tecnologias, e uma abordagem estruturada para a sua realização na empresa, são ingredientes essenciais de qualquer abordagem de arquitetura corporativa.
  • Controlar o risco e garantir a conformidade. As percepções trazidas pela arquitetura corporativa são essenciais para conhecer e mitigar seus riscos. Além disto, reguladores e legisladores apresentam cada vez mais demandas explícitas sobre a arquitetura corporativa de, por exemplo, órgãos do governo e instituições financeiras.
Uma abordagem baseada em modelos para a descrição da arquitetura corporativa oferece uma base sólida para a análise e o desenho, e fornece a ligação necessária para os outros domínios. Ela suporta o gerenciamento de portfólios com as análises necessárias para determinar o valor esperado, o custo e o risco de várias iniciativas. Ela fornece os dados necessários para priorizar e planejar as mudanças no panorama do negócio e da TI. Ela proporciona às organizações a coordenação, ao nível de programa, entre as iniciativas que realizam estas melhorias de negócios, de uma forma coerente. Ela fornece as informações necessárias para avaliar e garantir a conformidade com regulamentos e regras, internos e externos. Finalmente, ela ajuda no acompanhamento da realização dos benefícios previstos em todo o panorama de negócio e de TI, do objetivo estratégico ao resultado operacional e, portanto, na correção do seu curso, se necessário.
Comments