ArchiMate® 3.0 - Análise de Capacidades

postado em 2 de mar de 2017 14:00 por Antonio Plais   [ 3 de mar de 2017 13:21 atualizado‎(s)‎ ]
Originalmente postado por Marc Lankhorst & Adina Aldea*, no blog da BiZZdesign - Tradução autorizada

Em nossa postagem anterior, apresentamos uma breve visão geral das duas opções estratégicas que nossa seguradora exemplo ArchiSurance está explorando. Analisando a estratégia de excelência operacional, eles compararam sua eficiência contra a média da indústria: as capacidades que estão equiparadas à média são mostradas em azul, as capacidades acima da média em verde, e as capacidades abaixo da média em vermelho (ver Figura 1). As capacidades que estão mostradas em vermelho são onde a ArchiSurance espera encontrar espaço para melhorias no contexto da estratégia de excelência operacional.

Figura 1. Mapa de calor das capacidades

O exemplo abaixo mostra como você pode usar um gráfico de radar para para visualizar sua análise de capacidades com mais detalhes. Cada gráfico mostra o desempenho de uma capacidade atual e o desejado ao longo de diferentes eixos. O exemplo nesta página mostra esta noção de desenvolvimento incremental de uma capacidade. Para a capacidade de "Gerenciamento de reclamações", são definidas seis dimensões. A análise de linha de base para esta capacidade mostra valores para as diferentes dimensões, que são ligadas usando a linha vermelha. A maturidade necessária, quebrada em valores para as dimensões individuais, é indicada com a linha verde.

 

Figura 2. Análise de Capacidades

Para as diferentes dimensões da análise de capacidades, definimos um conceito de Métrica como uma especialização de Motivador, usando o mecanismo de personalização do ArchiMate 3.0. Métricas podem ser compostas, como mostrado na figura à direita, acima: a dimensão Processo da análise de capacidade consiste da média ponderada da Adaptabilidade, Maturidade, Desempenho e Variância do processo. Naturalmente, você pode definir suas próprias métricas de forma que elas suportem a direção estratégica da organização.

No BiZZdesign Enterprise Studio, você pode facilmente definir tais métricas. Elas podem ser baseadas em dados externos importados , bem como na análise dos seus modelos. Por exemplo, você pode traçar a importância dos aplicativos para a sua estratégia através dos processos que eles suportam, os quais contribuem para as capacidades necessárias para entregar os resultados de negócios almejados.

Em um sentido mais geral, capacidades se provam ser um bom ponto de partida para a alocação de capital alinhada com a estratégia da sua organização. Análises de capacidades podem ajudá-lo a estabelecer planos de investimento, por exemplo, para alocar mais orçamento para aquelas capacidades que precisam de uma melhoria substancial em mais de uma dimensão. Elas fornecem uma parte coerente do negócio que endereça resultados específicos. A funcionalidade de gerenciamento de portfólios do Enterprise Studio é perfeitamente adequada para suportar tais tomadas de decisão.

O próximo passo na implementação da estratégia da ArchiSurance é a realização destas capacidades e níveis de capacidade desejados. Mais ainda, a ArchiSurance precisa de novas capacidades para sua estratégia de 'Intimidade Digital com o Cliente'. Nós falaremos sobre isso na próxima postagem. Veremos, também, as diferenças entre capacidades e funções de negócio, um assunto sempre muito discutido.
 


* Mark Lankhorst é Gerente de Consultoria & Evangelista-Chefe de Tecnologia, e Adina Aldea é consultora, da BiZZdesign, empresa líder em ferramentas para modelagem da arquitetura corporativa, representada no Brasil pela Centus Consultoria.

 
http://bizzdesign.centus.com.br/biblioteca/guia-rapido-archimate-30
Guia Rápido ArchiMate 3.0

Conheça todos os conceitos e relacionamentos da nova versão 3.0 da linguagem ArchiMate.

Solicite sua cópia GRÁTIS aqui