A Organização Gêmeo Digital: A Arquitetura Corporativa pode Ajudar?

postado em 5 de ago. de 2021 13:43 por Centus Consultoria   [ 5 de ago. de 2021 13:44 atualizado‎(s)‎ ]
Originalmente postado por Raz Mitache*, no blog da BiZZdesign - Tradução autorizada

Um dos desenvolvimentos mais interessantes que vem acontecendo no espaço da tecnologia neste exato momento é a emergência da tecnologia dos gêmeos digitais. Para aqueles que já estão se perguntando O que é um Gêmeo Digital?, deixe-nos explicar.


O que é um Gêmeo Digital?

Um gêmeo digital, de acordo com o Gartner, é “uma representação digital de uma entidade ou sistema do mundo real”. Mais precisamente, a tecnologia de gêmeo digital fornece a habilidade de criar uma representação virtual que simule acuradamente (por isso, gêmeo) tanto os componentes físicos como a dinâmica e o comportamento de como um dispositivo da Internet das Coisas (IoT) desempenha e funciona por toda a duração do seu ciclo de vida. Isso é alcançado por meio da coleta e interpretação de vastos conjuntos de dados obtidos por sensores instalados para realizar a desejada semelhança entre o elemento do mundo real e sua duplicata virtual.

A tecnologia de gêmeo digital tem estado em uso na indústria aeroespacial, médica e de petróleo já a algum tempo. No entanto, apenas recentemente ela se tornou um desenvolvimento importante, graças ao advento da Internet das Coisas e a Indústria 4.0. Os principais benefícios em um desenvolvimento tradicional (leia-se orientado para equipamentos) incluem:
  • Ganhar percepções sobre as ineficiências operacionais
  • Prolongar o tempo de vida do equipamento por meio de melhor administração, ou seja, manutenção preventiva, otimização de parâmetros em operação etc.
  • Minimizar o tempo de parada
  • Usar os dados operacionais para informar a pesquisa e desenvolvimento, resultando em melhores desenhos e implementações futuras
Praticamente qualquer coisa que você possa imaginar pode ter um gêmeo digital - um edifício de escritórios, um sistema de filtragem de água, calçados, seu gato etc. Então, a questão que naturalmente emerge é - por que não a empresa?

Realizando o Gêmeo Digital da Organização com Arquitetura Corporativa e a Suíte BiZZdesign

O Gêmeo Digital da Organização (DTO-Digital Twin Organization) é um conceito criado pelo Gartner. Simplificadamente, ele é definido como a utilização de uma representação digital da organização (seu modelo de negócio, estratégias etc.) para planejar e executar melhor uma iniciativa de transformação do negócio. A ideia geral por trás do conceito de gêmeo digital, e a razão pela qual ele é tão útil, é que ele oferece um modelo virtual que pode ser analisado e ajustado mais facilmente do que a coisa real.

Modelo é a palavra-chave aqui. Modelos não têm massa ou fricção, são virtualmente livres e reusáveis, e – mais importante – são também vitais na arquitetura corporativa. Assim, a Arquitetura Corporativa está bem-posicionada para desempenhar um papel importante para trazer o Gêmeo Digital da Organização do conceito para a realidade. Nós temos defendido a importância de uma abordagem baseada em modelos para a mudança de negócios neste espaço já há algum tempo e, agora, parece que o futuro está começando a nos alcançar. Vamos dar uma olhada mais detalhada em como exatamente a arquitetura corporativa ajuda, e oferecer alguns exemplos criados usando a suíte de ferramentas da BiZZdesign. Em uma postagem anterior nós já introduzimos a força desta combinação de estrutura com dados para realizar a "Inteligência de Negócios 2.0". A Organização Gêmeo Digital é construída em torno disso.

Representação Digital

Ter uma representação virtual da organização é o primeiro requisito para uma iniciativa de DTO. Você precisa ver o panorama da sua empresa se quiser otimizá-lo. Esse primeiro requisito é totalmente atendido pelo Enterprise Studio, nosso ambiente colaborativo de desenho de negócios. O Enterprise Studio oferece modelagem poderosa e integrada em várias disciplinas (Arquitetura Corporativa, Gerenciamento de Processos de Negócio, Modelo de Negócio & Estratégia, e outras), bem como todas as capacidades necessárias para planejar e executar suavemente mudanças organizacionais significativas.

Graças à sua interface de modelagem intuitiva, os usuários podem construir uma representação precisa da empresa através de todos os níveis relevantes – Estratégia, Negócio, Aplicativos, Infraestrutura. Além disso, ele oferece suporte para o Planejamento Baseado em Capacidades, que impõe uma mentalidade orientada a resultados de negócio e ajuda a concentrar os recursos da empresa na entrega de valor de negócio real. É até mesmo possível ir além dos limites da organização e modelar o ecossistema mais amplo em que ela opera – coisas como fornecedores, restrições regulatórias, bem como clientes e seu comportamento.

Usando mapas de jornada avançados no Enterprise Studio, você pode ajudar a liberar o valor de seus produtos e serviços destacando áreas em que a criação de valor e a interação com o cliente podem ser otimizados. Todas essas funcionalidades e muito mais estão disponíveis em um ambiente de fácil navegação que permite que você se mova pelos modelos e mergulhe nos artefatos desejados com facilidade. Isso facilita a modelagem e garante um nível constante de progresso durante projetos complexos, como uma implementação de Gêmeo Digital da Organização.

Da Estratégia para o Alinhamento das Operações

É claro que ter a representação digital da empresa é apenas o primeiro passo. Tornar uma organização mais eficaz e eficiente é encontrar oportunidades de melhoria e realizar essas mudanças sem interromper os negócios. É aqui que ter um framework de modelo claro para integrar e analisar os dados operacionais é muito útil. O Enterprise Studio oferece suporte a uma ampla gama de padrões e frameworks, incluindo ArchiMate, TOGAF, BPMN, NIST 800-53, OpenFAIR e muitos outros. O acesso a orientações de alta qualidade, suporte e exemplos de melhores práticas significa que você não tem de reinventar a roda e pode, em vez disso, concentrar-se nos seus objetivos sem pequenas distrações ao longo do caminho.

Sem entrar em muitos detalhes, a plataforma suporta análises de impacto, análises de dependência, análises de processos, análises de ciclo de vida, bem como análises financeiras, para citar apenas algumas. Arquitetos corporativos ou outros papéis relacionados também podem realizar análises como o Balanced Scorecard, SWOT, PESTEL e Cinco Forças de Porter, e uma variedade de outras, baseadas em pontuações ou outras métricas.

Integrar, Consolidar e Operacionalizar os Dados

Por fim, uma vez que ter uma imagem confiável da organização significa acesso a dados em tempo (quase) real, para garantir a qualidade "gêmea" do(s) modelo(s), a plataforma BiZZdesign integra algumas tecnologias no estado da arte para lhe oferecer a mais elevada agilidade, flexibilidade e produtividade do mercado. O HoriZZon é nosso portal de colaboração e publicação de última geração, um componente-chave de qualquer iniciativa de DTO. 

O HoriZZon pode ser visto através de duas lentes. Por um lado, é uma ferramenta fantástica para divulgar informações por toda a empresa e socializar conteúdo para todos os grupos de partes interessadas relevantes no formato certo. Sua análise de dados, juntamente com os recursos de painéis de controle e relatórios, faz dele uma ferramenta crucial para operacionalizar dados, ou seja, fazer com que as pessoas se envolvam e ajam sobre eles. Como os arquitetos corporativos não operam o negócio sozinhos, seu trabalho precisa ser facilmente compreendido pela gerência e por outras partes interessadas do negócio. O HoriZZon torna a socialização do conteúdo arquitetural muito simples graças aos resultados visualmente ricos que comunicam instantaneamente as descobertas ao público. Desta forma, aumenta a probabilidade e a velocidade de tomar decisões conscientes e construtivas, o que tem um efeito positivo a longo prazo sobre o negócio.

Por outro lado, as capacidades de alta conectividade e integração do HoriZZon, já mencionadas em uma postagem anterior, permitem que ele funcione como um repositório central de informações. Seu componente Kafka permite um fluxo de dados extremamente rápido, o que o torna uma plataforma desejável para consolidar dados de ferramentas de terceiros (por exemplo, ferramentas de Business Intelligence, CMDBs, ferramentas de gerenciamento de serviços de TI, mineração de processos etc.). Ter um portal que apresenta uma imagem ao vivo da organização e apresentar percepções na forma de produtos prontos para assinatura dá vida à ideia por trás do Gêmeo Digital da Organização do Gartner. Ele coloca os tomadores de decisão de frente para uma representação confiável da empresa e permite que eles influenciem imediatamente a direção estratégica da empresa e a maneira operacional como as coisas são feitas. Seja atualizar o modelo de negócio devido a uma nova regulamentação, eliminar ineficiências nos processos de negócio, ou cortar investimentos em áreas que não apoiam os objetivos de negócio, os tomadores de decisão podem realizar mudanças reais nos negócios que eles operam usando esse modelo digital da mesma maneira como os engenheiros alterariam os parâmetros de uma bomba d'água em uma configuração de gêmeo digital tradicional na indústria.

Conclusão

Naturalmente, trabalhar para realizar o Gêmeo Digital de sua organização é um esforço complexo, que exige uma plataforma poderosa por trás dela e um nível razoavelmente alto de maturidade em Arquitetura Corporativa. No entanto, considerando as vantagens que ele oferece, os arquitetos corporativos seriam bem aconselhados a fazer a devida diligência e explorar esse conceito por tudo o que ele poderia trazer para suas organizações. Feito corretamente, ele pode gerar retornos significativos e contribuir para a criação de uma vantagem competitiva.

Para saber mais sobre como podemos ajudá-lo a realizar a sua transformação digital com sucesso, entre em contato conosco hoje mesmo!



Raz Mitache é Consultor da BiZZdesign, empresa líder em ferramentas para modelagem da arquitetura corporativa, representada no Brasil pela Centus Consultoria.