7 Visões Estratégicas Importantes no Enterprise Studio - Parte 1

postado em 9 de ago de 2018 08:55 por Antonio Plais   [ 13 de ago de 2018 09:15 atualizado‎(s)‎ ]
Originalmente postado por Marc Lankhorst*, no blog da BiZZdesign - Tradução autorizada

Uma pesquisa realizada pelo The Open Group em cooperação com a BiZZdesign e outros parceiros descobriu que a maior dificuldade no processo estratégico (para mais da metade dos mais de 500 respondentes) é preencher a lacuna entre o desenvolvimento da estratégia e a sua implementação.

Ao longo dos últimos anos, nós adicionamos com sucesso mais e mais funcionalidades no BiZZdesign para suportar a implementação da estratégia. Em geral, existe um crescente interesse em ferramentas de estratégia e inovação, como mostrado em um roteiro publicado recentemente pelo Gartner. Embora o Gartner considere apenas ferramentas que focam especificamente no domínio da estratégia, nós achamos que uma abordagem mais integrada, relacionando a estratégia e a inovação com o restante da arquitetura e do desenho organizacional, trás muito mais benefícios.

A seguir, apresentamos uma visão geral das técnicas suportadas pelo Enterprise Studio e como elas podem ajudá-lo na definição e execução da estratégia da sua organização.

1. Canvas de Modelo de Negócio (Busines Model Canvas)

Nós temos suportado o bastante conhecido Canvas de Modelo de Negócio por vários anos. Desde a versão 3.1 da ferramenta, sua implementação é completamente baseada nos conceitos da linguagem padrão de modelagem ArchiMate, do The Open Group (embora o exemplo abaixo não use a notação ArchiMate para manter as coisas compreensíveis para uma audiência de negócios). O Canvas de Modelo de Negócio permite que você conecte os elementos no seu modelo de negócio diretamente com a arquitetura corporativa necessária para realizar aquele modelo de negócio.

https://sites.google.com/a/centus.com.br/comunidade/arquitetura-corporativa/7visoesestrategicas_parte1/blog_strategy_001.png?attredirects=0
Exemplo de Canvas de Modelo de Negócio de uma Seguradora

2. Modelo de Ecosistema

O Canvas de Modelo de Negócio foca na sua própria organização e nas suas ligações com o mundo externo através de seus clientes e parceiros, mas ele não endereça seu ambiente mais amplo. No Enterprise Studio, você pode modelar a posição da sua organização no seu ecosistema, mostrando os relacionamentos com e entre os outros parceiros com maiores detalhes. A figura abaixo mostra em exemplo simples de uma seguradora, com os clientes e intermediários envolvidos, os fluxos de informação e dinheiro e, naturalmente, a entrega do produto de seguro. Este é um exemplo bastante simplificado; modelos de ecosistema mais abrangentes podem incluir também os competidores, reguladores e outras partes que influenciam a sua organização. Isto pode, inclusive, incluir outros participantes do ecosistema, como famílias e amigos que influenciam as decisões de compra dos seus clientes, redes sociais que desempenham um papel, e assim por diante.

https://sites.google.com/a/centus.com.br/comunidade/arquitetura-corporativa/7visoesestrategicas_parte1/blog_stakeholder_002.png?attredirects=0

Visão de Ecosistema

3. Painel de Avaliação Balanceado (Balanced Scorecard)

Para avaliar as escolhas estratégicas, você pode criar o familiar Painel de Avaliação Balanceado, que você pode usar para definir metas de melhoria nas quatro perspectivas que o painel de avaliação endereça: Financeiro, Cliente, Processos Internos e Aprendizado & Crescimento. Isto é modelado usando a linguagem ArchiMate, em particular através do seu conceito de Meta, o qual por sua vez pode ser relacionado com Métricas (KPIs), valores objetivos, resultados reais e as iniciativas de mudança necessárias para melhorar estes resultados.

https://sites.google.com/a/centus.com.br/comunidade/arquitetura-corporativa/7visoesestrategicas_parte1/blog_strategy_003.png?attredirects=0
Painel de Avaliação Balanceado

Tipos similares de análises para a sua organização incluem SWOT (Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças), PESTEL (Política, Econômica, Sociocultural, Tecnológica, Ambiental, Legal) e Cinco Forças de Porter (mostrado mais abaixo). Todas elas possuem um estilo de apresentação tipo 'painel de avaliação'. Veja abaixo um exemplo de análise PESTEL.

https://sites.google.com/a/centus.com.br/comunidade/arquitetura-corporativa/7visoesestrategicas_parte1/blog_strategy_006.png?attredirects=0
Exemplo de análise PESTEL

Nós oferecemos vários layouts diferentes de painéis de avaliação para diagramar estes elementos. Um exemplo (vazio) é mostrado abaixo para uma análise SWOT, no qual você pode também mostrar estratégias específicas para agir sobre as combinações de forças e fraquezas internas, bem como oportunidades e ameaças externas.
https://sites.google.com/a/centus.com.br/comunidade/arquitetura-corporativa/7visoesestrategicas_parte1/blog_strategy_004.png?attredirects=0
Modelo de análise SWOT

Todos os elementos nestas análises são expressos usando o conceito de Avaliação do ArchiMate, o qual, por sua vez, é ligado a vários aspectos do seu modelo de negócio e arquitetura corporativa. Isso fornece rastreabilidade desde as decisões estratégicas até a implementação desta estratégia. Da mesma forma, você pode usar isso para avaliar a influência de melhorias emergentes, de baixo para cima, nas metas de mais alto nível da organização. Isto facilita a tomada de decisão mais rápida sobre inovações localizadas, especialmente se você visualiza seu impacto usando, por exemplo, mapas de calor.

4. Mapas de Calor

Você pode melhorar suas análises ligando KPIs a cada um destes elementos. Você pode definir suas próprias métricas para isso, com base em custos, receita, risco, satisfação do cliente, ou qualquer outro parâmetro relevante. Isso também pode ser visualizado graficamente; o exemplo abaixo mostra um mapa de calor onde as cores dos elementos de uma análise PESTEL são baseadas no seu impacto esperado na organização (alto = vermelho, médio = amarelo, baixo = verde). Isso funciona de uma maneira similar em todos os outros tipos de análise.

https://sites.google.com/a/centus.com.br/comunidade/arquitetura-corporativa/7visoesestrategicas_parte1/blog_strategy_005.png?attredirects=0
Análise PESTEL com cores indicando o impacto esperado na organização



Na segunda parte desta série, vamos mostrar outras três formas de visualizar aspectos de sua estratégia e do seu modelo de negócio. Fique ligado!


* Mark Lankhorst é Gerente de Consultoria & Evangelista-Chefe de Tecnologia da BiZZdesign, empresa líder em ferramentas para modelagem da arquitetura corporativa, representada no Brasil pela Centus Consultoria.